sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

A você que se foi!

Faz falta a saudade
Não é que se queira viver sob sua roda,
moída,doída,encharcada pela
mancha atlântica,
que descobre o rosto,
enegrece o ritmo,
salga a boca,
cobre os olhos com intensos rios.


Se eu pudesse
dela escapar
se me fosse possível
sentar num pátio
onde ela não viesse
incomodar-me com sua boca aberta,
querendo-me devorar
na caverna de sua morada!



Não.Não.
Ela vem
Como um trem,
a parar-me o passo
aqui e ali,
e tonta pelo zumbido de sua música,
perco-me em Chopins diários
e fico simplesmente pequena



Faz falta a saudade
Mas só depois que tudo murchou.

13 comentários:

Bonequinha de Luxo disse...

Lindo,Aninha

Creio que a saudade é isso mesmo!!!Algo que nos deixa moída,doída e nos salga a boca....
Creio que estou com saudades...estou triste!

beijos

R.Vinicius disse...

Aninha dizia o poeta que saudade é flor cheirando a espinho. Aninha vós me encantaste com a beleza de teus versos. Da saudade guardemos pétalas e espinhos. :)

Abraço,

R.Vinicius

Poeta Mauro Rocha disse...

bELISSÍMO!!

Poeta Mauro Rocha disse...

Então galera o ano se desfez
Mas vou avisando que foi um ano e tanto
Por tudo que vi
Pelas pessoas que conheci
Real ou virtual
Pelos poemas que publiquei
Pelos blogs que visitei
Espero que algo de bom eu tenha provocado...
Vou tirar férias, mas, volto...
FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO!!!
MAURO ROCHA

Luís Costa disse...

Olá, Aninha!

Você continua sendo inconfundível no seu seu estilo tão peculiar. Intensas imagens, eatas que nos deixa, mas sinto muita tristeza no seu coração. Sinto que algo muito triste a manchou por dentro. O meu coração está consigo, minha amiga!

Vejo que ainda tem o meu "Livro d'Água" nos seus blogues amigos: fico feliz. No entanto, é necessário actualizar o endereço: www.livrodagua.blogspot.com

Um beijo atlântico!

Flávio Monte

Evandro Varella disse...

Aninha,
Que esse Natal seja prá ti um eterno renascer e que 2009 te traga muitas alegrias e inspirações.
Um grande abraço
Vavá

Jorge Cardoso disse...

faz falta a saudade em caricias de sons, na frequência da mente outrem próxima de nós!

beijinho...

BRUNO LEONARDO disse...

Oi,linda

Como sempre,lindo!!Seus versos sempretranspiram tristeza..por quê?

Que o Ano Novo seja mesmo um renascer de coisas boas,com muita alegria no seu coração..

Beijos

Miguel Barroso disse...

Depois do tempo, espaço para o paladar perfumado dos olhos da saudade.



Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

MARCOS LEITE disse...

linda,obrigado!pela visita,volte sempre!

lindas,palavras,profundamente lindas!
tão suaves,e tão significativas.

amiga,tenha uma linda noite,e um feliz ano novo.

André disse...

saudades...somente de quem nunca mais veremos...abraços

Gazeta na net disse...

Olá Amiga,
Há uma frase que gosto muito que diz, A saudade existe não porque estamos longe mas sim porque já estivemos bem perto, esse é um sentimento que mexe com tanta coisa que nos deixa baralhados.
Gostei muito do teu blog, original e tentas escolher uma imagem para cada post, bem ao meu gosto….vou acompanhar-te, ok?
Fica bem
Beijos perfumados

Luís Costa disse...

ANINHA

Gostaria de saber (porque, apesar da distância, estou preocupado)porque está escrevendo tão pouco aqui! Você tem um talento narrativo enorme e um estilo muito pessoal, cheio de originalidade. Você imagina cenários de sonho, que nos pinta com duas ou três pinceladas da palavras plenas de sentidos...

Pergunto a mim mesmo o que se estará passando com você!