quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Nada

Ela não queria nada naquela noite.Não queria Pessoa,não queria Cervantes nem Saramago.Não queria palavras nos livros,as que conduzem a disfarces.
Só queria o pensamento solto,queria deitar e pensar livremente sem pensar em traições.Não queria se lembrar de nada.Só queria a amnésia da pura calma.
Não queria invejas,não queria rancores,não queria Baudelaire.
Queria o pensamento azul,deitar-se em lençóis brancos e ter na alma margaridas de miolos amarelos.Não queria que seus versos fossem belos,não queria poesia.
Pronto!
Não queria mais nada,nem mesmo a inteligência ,nem a cultura,nem a beleza que, dizem alguns,ser dela.
Não queria mais o amor que a deixou assim.
-que tocava seu peito...
Não queria desculpas,nem flores.
Queria somente a calma de quem consegue dormir e...
-...é tão agitada...

14 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Pelo jeito o que ela queria era uma noite ardente e descompromissada.

Poeta Mauro Rocha disse...

Ela queria o agito da noite na linha do horizonte, um texto interessante e gostoso de ser lido.

Um abraço!!

Flávio Monte disse...

Há dias, e noites, assim! Apenas nos apetece dormir,como quem desaparece num buraco negro e acorda noutra dimensão. Belo texto, tocando o indizível!

Um beijo atlântico

Luciana disse...

Oi,Aninha
Adorei mais uma crônica poética...
Romanticamente lindo!

bjs

Evandro Varella disse...

É menina...quem sabe isso ainda vira livro!
Tem uma lembrança pra você lá no meu cantinho, apareça.
Abraços
Vavá

BRUNO LEONARDO disse...

Oi,linda

Tem dias que a gente não quer NADA mesmo...só Paz...
Lindo como tudo o que vc escreve!

bjs

Nilson Barcelli disse...

Um belíssimo texto, que bem reflecte um estado de alma que por vezes o amor provoca.
Bom fim de semana cara amiga, beijinhos.

Jorge Cardoso disse...

de vez em quando qualquer paz que leve ao esquecimento total é bem vinda...
gostei de ler- te de novo!

beijo C/Carimbo ou Face oculta...

isasidney disse...

GARRAFA AO MAR – MENSAGEM 1



Publicar um livro é fácil. Divulgá-lo, o mais difícil. Peço a sua compreensão, ao lançar, no mar da Internet e no seu blog, a minha LUA QUEBRADA!

Um livro para mexer com sua libido. Um romance inesquecível, pela carga de amor, entrega, paixão e erotismo no encontro nada convencional entre um professor e sua aluna.

Publicação da Editora Biblioteca24x7, que comercializa obras pela Internet (edição on-line e impressa).

Buscar, na seção ERÓTICO (ÁREA, à esquerda), esta obra:

LUA QUEBRADA

Autor: Isaias Edson Sidney

ISBN: 978-85-61590-45-1

Só disponível pela Internet, no endereço abaixo:

http://www.biblioteca24x7.com.br

LUA QUEBRADA: PARA INCENDIAR SUA IMAGINAÇÃO!

http://luaquebrada24x7.blogspot.com/

Poeta Mauro Rocha disse...

Gostaria de dizer que fico muito feliz por todos que comentam ou já comentaram ou até os que tiveram a intenção de comentar meus poemas, e de dizer que o poema "Veste" é o último aqui apresentado, pois como no poema, estou precisando vestir minha alma, admiro a todos que estão nos meus favoritos, pois são pessoas que fazem um trabalho bacana, bonito e gostam de coisas boas, pessoas especiais pelo simples existir.Quero pedir desculpas se em algum momento fui rude ou desrespeitoso.Quero que todos saibam que aprendo e aprendi muito com o que todos fazem e tenho ainda muito a aprender.Saio de cena hoje, para quem sabe voltar amanhã.Muito obrigado, obrigado de coração!!

Poeta Mauro Rocha

O Profeta disse...

Queres tanto...tão pouco...


Doce beijo

Auíri Au disse...

Existem dias que me sinto assim...
Nem me ocupar de pensamentos eu quero...

BEijos

Lilith disse...

Olá,Aninha
Obrigada pela visita

Adorei seu Blog...seu jeito de romancear suas crônicas..vou voltar sempre.E te linkar,ok?

bjs

R.Vinicius disse...

Ana fiquei muito contente com a sua visita e estou aguardando o seu próximo post, enquanto isso vou lendo teus posts anteriores, tá? :) Eu também queria a calma de dormir calmamente, pois a insônia sempre me persegue. =)

Abraço,

R.Vinicius