quarta-feira, 4 de junho de 2008

Devastação

Precisava tanto de ar,de baixas vozes,de saborosas mãos,inquietas,amaciando-me,mas nada!Sozinha no quarto,sussurro:Por favor!Por favor!

Quero atravessar o tempo,romper as janelas,ter espaço para o meu espaço.Não é tanto!

Nesta vida de trilhões de carros,estúpidas buzinas,não é tanto!Ferida,encolhida,escrevo.Que saia dessa mão o que precisa sair:VIDA!
É madrugada!O dia se faz ordinariamente lá fora:nascem os primeiros ruídos:venham logo todas as dores,esses seres de barro que moram em mim,desesperadamente fixos,donos da terra onde plantei minha alma!

17 comentários:

Tarco Rosa disse...

Oi, Aninha, suas metáforas são bastantes reveladoras de um estado de alma de quem, como todo ser humano, está à procura de um sentido para a vida!
Um abraço

pensamentos & poesias disse...

Oi!!!Então estamos de encontro marcado para trocas poéticas!!!Gostei ...abraços

Nadja Reis disse...

Que texto belo e profundo!Vim aqui agadecer mais uma vez a sua visita ao meu blog... Só que houve um pequeno engano,eu fiz o poema para uma poetisa que se chamava Sylvia...rsrsrs...na verdade eu me chamo Nadja,mas o engano foi por mim induzido quando esqueci de citar que se tratava de um poema para outra pessoa,então,minhas desculpas,e mais uma vez obrigado pela visita,volte sempre que desejar!

Ricardo Rayol disse...

a alvorada sempre traz oportunidades e surpresas.

Débora disse...

Olá,Aninha
Seus textos me fazem pensar,refletir,sair da realidade do mundo comum e viajar para dentro de mim mesma.Lindo!

Obrigada pelo link!

bjs

Mustafa Şenalp disse...

çok güzel site. :)

Luís Costa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Só Eu disse...

Gostava que ouvisses, em sussuros, o que me apetece dizer bem alto; Fantástico!!!!!!!
Vou passar a morar também no teu blog.

Antonio Ximenes disse...

Aninha.

Antes de tudo.

Prazer em conhecer teu blogue !!!

Adoro escrever e ler a "alma" das pessoas.

Gostei do que li.

Voltarei mais vezes para dividir pensamentos e filosofias involuntárias de uma mente inquieta.

Abração pra ti.

Antonio Ximenes disse...

Aninha.

Sobre o texto.

Quantas vezes a nossa mente cansada não pode se desconectar da realidade o suficiente para chegar ao desejado... sono.

O cansaço... às vezes... nos transforma em máquinas de pensar... esperando a madrugada passar... esperando novas respostas vindas com o amanhecer.

Belo texto.

Abração de novo.

Tâmara disse...

Texto super reflexivo!

Obrigada pela visita...
Volte sempre!
beijo!

VEU DE MAYA disse...

O sopro do teu coração voga sempre nas ondas da paixão...metamorfoses de Narciso...Onde tomos precisamos de entrar na festa de suspender o juízo...sem que tal fogo queira dizer falta de luz...mas apenas vida... o que tb queres por inteiro.

david santos disse...

As vidas, aquelas que temos que viver, sempre nos trazem momentos confusos: os que nos fazem gostar delas, por vezes e os que nos fazem pensar que elas são injustas.
Não temos alternativa. Temos que viver dentro destes conceitos.
Só quem for muito estúpido consegue ultrapassar estas situações e ser feliz. Mas tem que ser muito estúpido. Mas quem gosta de ser estúpido? Bem, a verdade é que ela existe às toneladas...
Adorei o texto pelo seu realismo, embora não parece, ele é muito real. Aliás, ele diz aquilo que quem sente e ama também diz.
Abraços


David Santos

Cineasta 81 disse...

Bem vinda à modernidade, as pessoas nunca estão satisfeitas, nada toca o seu coração.

BRUNO LEONARDO disse...

Oi,linda
Você é demais ,hein....Fico até com vergonha de vc ficar lendo aquelas bobagens que escrevo...

Vc é uma garota triste?Ou é tudo inteligência mesmo???rs

Beijos

Mari disse...

Olá,Aninha
Vc escreve muito bem e tem um estilo muito bonito de dizer coisas simples.
Desejo que saia de sua mão o que vc está querendo:Vida!!
E,não se iluda,só nós mesmos podemos nos dar a luz que nos falta...

Grande beijo

Vênus disse...

olá
Vim conhecer seu espaço e achei muito legal,muito inteligente..
Eu adoro quase amanhece e o sol carrega as brumas para longe;estas me deixam temerosa..

Grande beijo

O Blogger está processando erro e não estou conseguindo te linkar..assim que der,eu te linko,ok?

bjs