sábado, 14 de junho de 2008

Lágrimas

Meus olhos marejam com tanta facilidade que parecem duas pedras cravadas em branco mármore,pequenas bolotas azuis.
Tão tristes quanto umedecidas.
Queria chorar logo,antes que,de tanto conter-me,meus olhos-em vez de lágrimas-rolem feito bolas de gude.

11 comentários:

Marisa disse...

Oi,querida

Chore logo então...chorar alivia o coração!!
Lindos seus mini poemas...lindos!!

Sucesso pra vc tb

Nadja Reis disse...

Belo texto!Belo e triste! bjosss

Débora disse...

Lindo,Aninha

Mas,pq tanta tristeza....creio que vc precisa escrever em prosa e desabafar o que lhe corrói a alma..

bjs

Paula Basques disse...

Oi Ana, obrigada por suas palavras. Meus agradecimentos são prá vc também!

Chorar faz bem, principalmente se for para lavar a alma. E depois o alívio e a felicidade devem superar a tristeza!

Fica triste não...

beijo

Cadinho RoCo disse...

Nçao será mais pertinente dar alegrias às bolas de gude?
Cadinho RoCo

Mari disse...

Vc é uma poeta,Aninha
consegue nos emocionar com poucas palavras
Muito lindo!
bjo

Clau disse...

Encontrei seu Blog por acaso e gostei muito...
Lindas poesias ...cheias de dor e ressentimento,mas repletas de suavidade!Voltarei!

bjs

Three Love's disse...

porque chorar minha linda?


b.e.i.j.o.s.

e que essa tristeza logo passe...

Luís Nunes disse...

belo

...amigos acontecem... disse...

uma chave proibida que nunca toca a fechadura...porta antiga e escura como medo de cair...a trinca reluz como um cadinho de segredos...pois é hora de viver é tempo de partir!

Ricardo Rayol disse...

se os olhos marejam por que não não navegar nelas?